Kazuend

Foto: Kazuend

É comum encontrarmos no mercado muitos fotógrafos do tipo “faz  tudo” e pode ser que você seja um deles, mas ainda não parou para pensar nisso. Se você escolheu ser fotógrafo é porque se considera bom nisso (ou pelo menos deveria).

Só que provavelmente há determinados tipos de trabalhos em que você se sai ainda melhor e se sente mais a vontade, e esses deveriam permear a sua escolha no enfoque mercadológico. A razão disso é o simples fato de que fazendo o que você mais gosta você sempre estará disposto e motivado a melhorar, estudar, etc. E isso acontecerá naturalmente.

Jesse-Orrico

Foto: Jesse Orrico

No início de carreira é quase impossível focarmos em um único ramo da fotografia. Temos que pegar vários trabalhos até que possamos conquistar nosso espaço no mercado e em seguida podemos começar a se dar ao luxo de diversificar menos e concentrar energia naquilo que realmente está se mostrando mais bem feito. O importante é não deixar de pensar nisso.

Na minha experiência como fotografo profissional optei por não fazer nenhum tipo de evento. Realmente é o tipo de trabalho que me incomoda e eu decidi que não faço mais. Eu poderia até pensar no quanto o mercado de casamentos tem rentabilidade boa, onde se vendem pacotes caros e mesmo assim as pessoas pagam e ficam felizes.

Bady-Qb

Foto: Bady Qb

Porém, com todo o meu esforço, meu trabalho nunca chegaria ao nível de outros profissionais do mercado que realmente amam fazer casamentos. Isso acabaria sendo um tempo desperdiçado e provavelmente acarretaria em um desânimo com relação ao próprio trabalho, até mesmo porque fotografar eventos é extremamente puxado. Convido vocês a pensarem nisso. Faça o que você faz de melhor, confie no seu taco, trabalhe muito por isso, pois cedo ou tarde o reconhecimento vem!

Solicite orçamento

Entre em contato e logo retornaremos sua solicitação.

tempoMarcus-Dall-Coll-1024x591